Logo-Trend
Logo-Trend
mais-espaço-é-a-palavra-de-ordem

Projeto de arquitetura pós-pandemia: como adaptar aos novos hábitos

Muita coisa mudou nesse período. Entenda como isso impacta na arquitetura. Saber mais

quinta-feira, setembro 2, 2021

A mudança na rotina das pessoas, causada pela pandemia, terá influência direta em seu projeto de arquitetura no pós-pandemia.

Isso porque, muitas pessoas estão aderindo a vários costumes que antes, não eram tão comuns. E, sem dúvidas, esses hábitos terão impacto direto na estrutura de suas casas.

Ou seja, o que antes não era um ponto comum a ser considerado, agora fará parte desse processo.

Por exemplo, o home office se tornou uma realidade a que muitos vão aderir, mesmo no momento pós-pandemia. Assim, sabemos que os novos projetos arquitetônicos deverão pensar em um espaço confortável, para acolher essa nova necessidade.

Mas, não é só essa a mudança. Muitas coisas aconteceram e, agora, é hora de pensar em novos detalhes essenciais para o seu projeto.

Para isso, listamos abaixo, o que você pode pensar daqui para frente, para incluir no seu trabalho. Continue a leitura e ótimo trabalho!

Qual é a principal característica que um projeto de arquitetura deve ter a partir de agora?

É muito claro que, durante a pandemia, as pessoas passaram muito mais tempo dentro de casa. Escolas fecharam, estações de trabalho deixaram de existir e deram espaço ao home office e, a rotina levou um verdadeiro choque.

Mas, para além da falta de convívio social, os hábitos de higiene e de manutenção da saúde mental se tornaram fatores importantes, para manter o bem-estar nesse momento.

Assim sendo, as casas receberam mais algumas funções. Espaços de contemplação à natureza, para exercitar-se e para realizar atividades de lazer se tornaram cruciais.

Então, perceba que a palavra de ordem é: espaço!

A tendência da busca por imóveis maiores e até mesmo, a mudança de grandes cidades para as pequenas, deve continuar. Ainda assim, é importante considerar ambientes multifuncionais, para o futuro.

Dicas para seu projeto de arquitetura pós-pandemia

Para você entender melhor, trouxemos abaixo, uma seleção de novos hábitos e como eles podem influenciar diretamente no seu projeto. Confira:

Hábitos de higienização ao chegar em casa

Uma necessidade muito básica durante a pandemia, que deve se estender para o pós é o ritual de limpeza antes de entrar em casa.

Tirar os sapatos, passar álcool em gel nas mãos e dispensar alguns itens viraram sinônimo de proteção. Em especial, para não levar nenhum perigo às pessoas que estiverem dentro de casa.

Assim sendo, o hall de entrada passou a ter uma nova função. Além de ser um ambiente simples de passagem. Pensar em colocar algumas facilidades nesse espaço, como uma mesa de apoio, aparadores, sapateiras e cabideiros, pequenos ganchos para máscaras, por exemplo, pode trazer mais praticidade para esse ritual de higienização.

Assim, é possível criar um ambiente bonito e prático para esse momento do dia.

A decoração passa a ter ainda mais conforto

Se as pessoas ficaram mais em casa, logo, elas perceberam que tudo deve ser muito aconchegante.

Com isso, o projeto de arquitetura passa a ter uma necessidade de proporcionar muito mais acolhimento. Móveis, tapetes, estofados, almofadas e itens que inspiram relaxamento são alguns recursos.

Para além das texturas, as cores também se tornaram um poderoso artifício para atingir esse desejo. Pense, no entanto, em paletas de cores que remetem à tranquilidade, como os tons claros, suaves e neutros, por exemplo.

Azuis, verdes, tons de madeira clara e de pedras são ótimos. Em especial, porque criam um ambiente sofisticado e sugerem calma.

Espaços abertos e natureza se tornaram cruciais

Com as opções de lazer muito limitadas, a busca por casas com espaços maiores, que recebem luz natural e boa ventilação se tornam prioridades.

Assim, todo quintal, varanda e jardins se tornaram a cereja do bolo. Esses lugares devem receber ainda mais atenção, com decorações inspiradoras e aconchegantes, mesmo que sejam usados para abrigar momentos em família no futuro.

Outro ponto é a presença de plantas e itens naturais dentro e fora de casa. Portanto, invista em um projeto de arquitetura que tenha esses recursos, para que as pessoas tenham distrações e assim, possam fazer a manutenção da saúde mental em suas rotinas.

Aqui, é importante considerar a criação de hortas e jardins. Estude sobre os tipos de plantas e crie pontos estratégicos internos e externos, para instalar as opções.

Um projeto de arquitetura que permita ambientes multi-funcionais

No início do texto, citamos o fato de que agora, as pessoas realizam muitas tarefas dentro de casa.

Por isso, pense em ambientes que atendam a mais de uma função. Salas, dormitórios e varandas, por exemplo, devem receber móveis que preencham as suas funções comuns, mas que, também possibilitem a realização de exercícios, o trabalho remoto, entre outros.

Pense, portanto, nos móveis dobráveis, com rodízios, leves como os biombos etc. Não se esqueça da iluminação desse ambiente. Projete um sistema que atenda à todas as demandas daquele espaço.

conheça-sobre-os-novos-hábitos

E claro, o famoso home office!

Para o pós-pandemia, muitos profissionais e empresas devem se manter em home office. É um desejo de ambos os lados e que se tornou uma realidade totalmente possível.

Por isso, é importante considerar esse item como essencial para seu projeto de arquitetura daqui em diante.

Atualize-se sobre ergonomia e inclua esse assunto em sua rotina de trabalho. Para o desenvolvimento de um home office, é crucial que você tenha isso como fator principal do projeto.

Junto a esse assunto, no entanto, é importante que você considere a iluminação do ambiente e a privacidade. Assim, para reuniões e chamadas, haverá boa visualização e áudio.

Inclua objetos como lousas, prateleiras, nichos, estantes e demais itens para organização e planejamento diário.

Gostou dessas dicas? Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo sobre as principais novidades, tendências e conceitos de arquitetura em primeira mão.